A história do garoto que ganhou uma medalha

Um menino, ganhou uma medalha na escola como prêmio ao aluno que sabia ler melhor.

Ele se sentiu muito feliz e estufou de orgulho. Quando a aula terminou ele voltou para casa correndo e entrou na cozinha como um furacão.

A velha empregada, que trabalhava na casa há muitos anos, ocupava-se no fogão. Sem nada comentar ele foi direto a ela, dizendo-lhe:

- Aposto que sei ler melhor do que você.

E estendeu-lhe o livro de leitura. Ela interrompeu o seu trabalho e tomou o volume.
Examinando cuidadosamente as páginas, terminou por gaguejar:

- Bem, meu filho...eu...eu não sei ler.

O menino ficou atônito. Sabendo que seu pai estava em seu escritório naquela hora, voou para lá. O pai ergueu a cabeça quando o filho entrou, suando, com o rosto em fogo e lhe disse:

- Imagine, papai, a Maria não sabe ler. E é uma velha. Eu, que ainda sou pequeno, já ganhei até medalha. Olhe só! (Eu estufei o peito para frente para que ele visse o meu troféu,e comentei):

- Deve ser horrível não saber ler, não é, papai?

Com toda a tranqüilidade, o pai ergueu-se, foi até uma estante e voltou de lá com um livro.

- Leia este livro para eu ver, meu filho. Foi maravilhoso você ter ganho a medalha. Leia para eu ouvir.

O menino não titubiou, abriu o volume e olhou para o seu pai cheio de surpresa. As páginas continham o que pareciam ser centenas de pequenos rabiscos.

- Não posso, papai. Eu não entendo nada disto que está aqui.

- É um livro escrito em chinês,meu filho...

Imediatamente o menino lembrou do que fizera a Maria e se sentiu envergonhado. O pai não disse mais nada e o filho, pensativo, deixou o livro em sua escrivaninha e saiu.

Depois disso, toda vez que ele se sentia tentado a gabar-se por qualquer coisa que tinha feito, lembrava-se do quanto ainda faltava aprender e dizia para si mesmo:

- Não se esqueça de que você não sabe ler chinês!

Postado Por Thomas Jefferson em 01/08/2011 14:02:35
Visualizações: 6418 | Comentários: 0

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

Todos os comentários estão sujeitos à moderação